Radio Olisipo On air -
close

30.11.2023

Grand Sun – Something More (2023) (single)

Grand Sun – Something More (2023) (single)

Os Grand Sun continuam a procurar algo mais. De novo. De diferente. Com “Conceptualize”, descobriram-se mais punk, mais arrojados. Com o novo single, “Something More”, viajam à cidade de Nova Iorque, Estados Unidos. O tema é influenciado pela rapidez da cidade e da invariável relação entre conteúdo e percepção. Something More é rápida, com guitarras angulares inspiradas pelo tipo de rock no eixo Brixton-Bushwick. É jangly (post-punk). Grita Manchester e Dublin. Cruza o passado com o presente. Pelo caminho, reflete sobre polarização, identidade, crescer. No final dançamos a um magnético refrão. Porque todos nós procuramos “algo mais”.


Grand Sun é um happy accident: partes iguais de intenção e catarse. Os seus concertos são urgentes elétricos. A sua música carrega-se nos temas do existencialismo e surrealismo e; três anos depois do seu álbum de estreia – Sal Y Amore – a banda mudou. Em espírito, são os mesmos putos prontos a rockar, mas estão mais adultos e maduros, prontos a conceptualizar novos caminhos no seu próximo disco a ser lançado em 2024. Nestes singles – “Something More” & “Conceptualize” – a banda de Lisboa navega uma Post-Punk, onde o lado gótico e sonhador de bandas como Echo & the Bunnymen, The Chameleons e Cocteau Twins os influencia, e olham para o UK como referência, com bandas como THUS LOVE e Shame a ser referencias para esta nova identidade no seu Rock and roll. Mais criativos, mais punk, não menos (algo) naiff, não menos (tudo) jovens, com este novo single mostram-se diferentes, procuram “algo mais”. Após a estadia da banda em Nova Iorque, onde foram embebidos pela cidade, a banda só precisou de afinar o ritmo da canção. “Something More” é produzida e gravada por Miguel Vilhena (Niki Moss) nos Pontiaq Studios e serve como catarse final à vida acelerada que a banda enfrentou durante a sua estadia na Big Apple. É o segundo avanço de um novo EP, a ser editado no primeiro trimestre de 2024.

Comentários

Deixe seu Comentário