Radio Olisipo On air -
close

29.02.2024

Mt. Roshi – Sporto (2024) (single)

Mt. Roshi – Sporto (2024) (single)

No dia 19 de janeiro, a banda Mt. Roshi lança o single ‘Sporto’, o primeiro de três singles que irão fazer parte do seu álbum de estreia ‘Não Vá o Diabo Apetecê-las’.

Este single é acompanhado de um videoclipe, realizado por Miguel Chichorro e produzido em conjunto com Ricardo Oliveira e com produção executiva de Mt. Roshi.

O single ‘Sporto’, com letra de João Melo e música de Mt. Roshi, foi gravado e misturado por Bernardo Ramos (Canalzero) e masterizado por Guilherme Simões.

 ‘Sporto’ fala sobre o “whiplash” que sentimos diariamente, tantas vezes pela tragédia do mundo em que vivemos, outras tantas por coisas supérfluas que não nos afetam diretamente mas que se enrolam sem distinção numa bola de ansiedade e pânico.

O efeito da sobrexposição a tudo no estado mental de cada um é ainda exacerbado com a circulação de tópicos de saúde mental tratados com tanta distância quanto todos os outros temas.

Num tema repleto de ironia, apresenta-se um locutor desapegado das questões sociais, que canta a falta de “cultura e desporto”. Esta frase é alusiva a “conversas de café”, sendo o título uma leitura brejeira da palavra desporto, como hino de uma cultura de distração e inconsequência.

O videoclipe tem Mário Duarte (António Pimparel) como personagem principal, que representa a cultura de evitamento e distração que ‘Sporto’ explora. Sorrindo enquanto lê o 1984, percebemos que o personagem prefere estar alheado das questões sociais, escapando à ansiedade que lhe causa ter que ter uma opinião e ter que acompanhar e comentar a atualidade, repleta de tragédias e complexidades, sempre em constante mutação.

Mário Duarte vai sendo tomado por uma sensação inescapável de que algo está contra ele, sendo que à medida que o mundo que ele tomava por adquirido vai ruindo, o seu sorriso naive vai-se perdendo, chegando ao fim sozinho e perdido, sem saber como prosseguir.

Mt. Roshi é a banda de Ricardo Oliveira (bateria), João Melo (guitarra e voz) e Francisco Teixeira (baixo e voz).

Depois de um EP lançado em 2019, intitulado ‘Mt. Roshi’, o trio passou os 4 anos seguintes a desenvolver a sua identidade artística, transitando para a lírica em português.

Comentários

Deixe seu Comentário