Radio Olisipo On air -
close

26.11.2023

Ramon Galarza – Mundo Cénico (2023) (single)

RAMÓN GALARZA APRESENTA “SYMETRIX UNIVERSE” Novo disco com a colaboração da Orquestra Filarmónica Portuguesa    O músico e produtor Ramón Galarza apresenta o seu novo trabalho: “Symetrix Universe”. Um disco instrumental, com uma abordagem de fusão entre as influências da música clássica e a contemporânea, executado pela Orquestra Filarmónica Portuguesa.   “Symetrix Universe” é um disco que conta a história de um mundo utópico, ao longo de 12 temas que se assemelham a uma banda-sonora. Ramón Galarza explica desta forma o conceito: “Era uma vez, uma ideia chamada Sy. Sy nasceu com o propósito de criar um mundo livre, em que a criatividade imperaria de forma espontânea. Para alcançar a liberdade e projetar novas oportunidades, conseguiu criar um novo mundo: “O Universo Metrix”. Este espaço podia proporcionar-lhe tudo em que acreditava, para criar e ser feliz com o objetivo de partilhar e doar as suas obras, pois receberia seguramente em troca a felicidade e a realização que tanto ambicionava.”     O novo disco reflecte várias fontes de inspiração: da música, à literatura, pintura, vídeo, teatro, cinema, entre outras.    Ramón Galarza contou com a colaboração da Orquestra Filarmónica Portuguesa, dirigida pelo Maestro Osvaldo Ferreira, e com os músicos Bernardo Fesch e Diogo Sebastião dos Santos.    “Symetrix Universe” vai ser apresentado no dia 3 de Outubro, às 18h30 num evento de lançamento no Jardim Nativo em Miraflores.

“SYMETRIX UNIVERSE” – História    Era uma vez, uma ideia chamada Sy. Sy nasceu com o propósito de criar um mundo livre, em que a criatividade imperaria de forma espontânea. Para alcançar a liberdade e projetar novas oportunidades, conseguiu criar um novo mundo: “O Universo Metrix”. Este espaço podia proporcionar-lhe tudo em que acreditava, para criar e ser feliz com o objetivo de partilhar e doar as suas obras, pois receberia seguramente em troca a felicidade e a realização que tanto ambicionava.     Quando Sy acordou, ficou imediatamente ansioso para concretizar as suas novas experiências e acionar em pleno os seus sentimentos, sabendo que teria o gozo de ter conseguido criar o lugar certo e principalmente porque seria a sua única oportunidade para perceber o que seria viver num mundo ideal. Pela sua liberdade, o Universo Metrix oferecia muitas possibilidades e desafios, mas Sy sabia que para atingir os seus objetivos precisava de organizar as suas motivações e suas dúvidas. Assim, começou por criar o Cofre das Ideias, pois seria fundamental estar estruturado. No seu cofre, Sy armazenou várias fontes de inspiração: a música, a literatura, a fotografia, a pintura, o vídeo, o teatro e o cinema entre muitas outras. Ficou muito emocionado e muito motivado por tão vasto horizonte de caminhos, daí reconhecera necessidade de uma estratégia cirúrgica para alcançar os seus objetivos.     O primeiro exercício de Sy foi descobrir o mundo das letras. Mergulhou na literatura, descobrindo a beleza das palavras com o seu vasto poder de liberdade, inspiração e conceção de novos caminhos. Teve dificuldade em processar no seu íntimo tantas vias de conhecimento. Mas simplesmente, bastava só a sua imaginação para alcançar o êxtase, gerindo tão maravilhosos conteúdos. E criou!   Sy continuou a sua exploração, descobrindo o mundo cênico. Teatro, Circo, Cinema, relevaram-se com a mágica capacidade de contar histórias e sentimentos por meio da atuação e da performance, perante a quem é dirigida toda a sua inspiração e intenção: o Público. O seu lema: “criar, doar e partilhar, em liberdade”, receberia a felicidade e a realização em troca. E assim foi… Voltou a criar!    E partiu para um novo exercício. Com as suas habilidades de cinegrafista, adquiridas pelo conhecimento que Metrix lhe apresentou, teve a oportunidade de criar histórias visuais, capturando momentos de beleza e de inspiração, que conseguiu converter em registros que lhe ofereceram o gozo de poder brincar com os conteúdos. O Universo Metrix proporcionou-lhe todos os meios operacionais e a devida formação. Foi tão bom poder converter ideias em imagens! Depois, foi somente levantar voo. E criou de novo!    No seguinte exercício, tornou-se Musicógrafo, capturando a essência do som e do ritmo através de suas lentes artísticas, criando, doando, partilhando, sempre em liberdade e recebendo a felicidade e a realização com que tinha sonhado. Tornou-se amigo do solfejo, foi apresentado a inúmeros instrumentos e com eles partilhou toda a sua pura criatividade. Poderia nunca mais ter parado, tal o prazer vivido, mas tinha de continuar a absorver as suas descobertas.    Os exercícios não tinham fim… Sy não parou, conheceu, sentiu, viveu, absorveu e aproveitou as muitas propostas do Metrix, forjando novas amizades e conhecimentos ao longo deste fabuloso caminho.   Sy aprendeu a acreditar em si mesmo e na sua sensibilidade, entendendo que a criatividade é uma jornada sem fim de aprendizagem e crescimento. Mas sem o intercâmbio, nunca teria conseguido aprender nem de disfrutar o prazer da partilha.    As saudades começaram a surgir… Mas mesmo assim, continuou a aprender e a criar, aprimorando as suas motivações e ideias, enquanto assimilava novas técnicas e estilos. Quando chegou a hora, Sy deixou o Universo Metrix, onde aprendeu a amar (estranhamente com muita alegria), porque não poderia ter tido mais sorte no seu destino, por tudo o que aprendeu e também porque a felicidade o ensinou a não ser egoísta. Esquecer o seu umbigo, foi decisivo para ser o que sempre quis ser: livre, justo, inspirado e distribuidor de sensações.    Ao partir, Sy sabia que nunca esqueceria esta extraordinária experiência neste maravilhoso Universo que teve o mérito de criar, lugar onde encontrou o seu verdadeiro propósito e conseguiu um mundo de liberdade, beleza, criatividade e felicidade.   Depois de uma longa e sinuosa viagem, Sy chegou ao seu novo destino, cheio de emoções e expectativas, pois sabia que poderia pôr em prática tudo o que aprendeu e viveu. Neste novo mundo ao seu redor, reunia as condições para espalhar a felicidade! “CRIAR, DOAR E PARTILHAR, EM LIBERDADE”

Comentários

Deixe seu Comentário