Mikey Dread – African Anthem (The Mikey Dread Show Dubwise) (1979)

Mikey Dread – African Anthem (The Mikey Dread Show Dubwise) (1979)

Memória de Elefante 04/06/24

Autor: Francesco Valente

Uma rubrica que revela eventos, curiosidades, lançamentos, aniversários e fatos históricos ligados ao universo da música popular mundial.

Jimmie Vaughan: The Fabulous Thunderbirds – Girls Go Wild (1979)

Jimmie Vaughan: The Fabulous Thunderbirds – Girls Go Wild (1979)

Memória de Elefante 20/02/24
Autor: Francesco Valente

Uma rubrica que revela eventos, curiosidades, lançamentos, aniversários e fatos históricos ligados ao universo da música popular mundial.

Ray Barretto con Adalberto Santiago – Rican/Struction (1979)

Ray Barretto con Adalberto Santiago – Rican/Struction (1979)

Memória de Elefante 17/02/24

Autor: Francesco Valente

Uma rubrica que revela eventos, curiosidades, lançamentos, aniversários e fatos históricos ligados ao universo da música popular mundial.

Raymundo “Ray” Barretto Pagán (29 de abril de 1929 – 17 de fevereiro de 2006) foi um percussionista e líder de banda americano de ascendência porto-riquenha. Hoje celebramos o seu aniversário com a escuta do álbum  “Rican/Struction” (1979). Boa escuta!

1 Álbum 100 Palavras #20: The Clash – London Calling (1979)

1 Álbum 100 Palavras #20: The Clash – London Calling (1979)

Um podcast de Francesco Valente:

1 álbum “sem” ou “100” palavras, por semana! Uma pérola musical da história da música, descrita em 100 palavras! Cada dia da semana, às 14h na Rádio Olisipo. Boa escuta!

“A crise do rock na metade da década de 1970, abriu as portas à explosão do punk na Inglaterra. Trata-se de uma música dura, monolítica primitiva e elementar, sem concessões à habilidade técnica e a sofisticadas elaborações estilísticas. The Clash formou-se à volta do duo Joe Strummer-Mick Jones, ambos guitarristas e cantores, aos quais se juntam Paul Simonon (baixo) e Topper Headon (bateria). O universo sonóro mistura rhiythm blues, soul e reggae, explode no terceiro álbum: London Calling de 1979. Os textos são politizados, falam do perigo da guerra, da solidão, da droga e criticam o mito americano. Boa Escuta!”

Camarón de la Isla – La Leyenda Del Tiempo (1979)

Camarón de la Isla – La Leyenda Del Tiempo (1979)

Memória de Elefante 05/12/23

Autor: Francesco Valente

Uma rubrica que revela eventos, curiosidades, lançamentos, aniversários e fatos históricos ligados ao universo da música popular mundial.

Camarón de la Isla, cujo nome verdadeiro era José Monje Cruz, nasceu em 1950 e faleceu em 1992. Ele foi um lendário cantor de flamenco espanhol, reconhecido como um dos artistas mais inovadores e influentes no mundo do flamenco. Camarón revolucionou o gênero com sua voz poderosa, emoção intensa e capacidade de improvisação. Ele quebrou barreiras tradicionais ao introduzir elementos modernos, incorporando novos estilos musicais e colaborando com músicos de jazz e rock. Sua parceria com o guitarrista Paco de Lucía foi especialmente significativa, produzindo álbuns aclamados que elevaram o flamenco a novos patamares de reconhecimento internacional. Camarón de la Isla é reverenciado como uma lenda do flamenco, deixando um legado inestimável que continua a inspirar gerações de músicos dentro e fora do gênero.

Hoje celebrámos o seu aniversário com a escuta do álbum Camarón de la Isla – La Leyenda Del Tiempo (1979) às 17h, na hora da Memória de Elefante! Boa escuta!